NEWS

A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA DURANTE A GRAVIDEZ !

A importância da ingestão de água durante a gravidez

O tema do consumo de água, é algo sensível em qualquer fase da vida. Um grande número de pessoas não consomem a quantidade de água suficiente para o seu dia-a-dia, existindo até quem beba um copo de água ao longo de todo o dia! O que se reflecte de forma muito negativa na saúde e na vida de cada individuo, uma vez que a água é uma molécula fundamental para a regulação do nosso metabolismo.

Durante a gravidez, o cuidado com a ingestão de água são ainda mais específicos. Esta é uma fase especifica da vida da mulher e do bebé que vai nascer, em que ambos têm necessidades muito próprias, e na qual todos os temas relacionados com a alimentação devem ser tratados com cuidado e aqui há que incluir os consumo de água.

Porquê a insistência na importância do consumo  de água?

Este liquido “precioso” faz parte de todos os processos metabólicos que ocorrem no nosso organismo, faz parte de cada célula!

Assim, torna-se fundamental o seu consumo bem como ter um especial cuidado nesta fase da vida, em que a mulher, não só transporta mais um ser que está em desenvolvimento, como também é necessário ter água disponível para a circulação fetal, para o liquido amniótico e ainda para o maior volume de sangue em circulação.

Mas que quantidade de água ingerir?

A Organização Mundial de Saúde, recomenda o consumo de  4,8 a 5,5 litros de água por dia, o que representa um consumo de  8 a 10 copos de água de 250 ml por dia é o aconselhado em alguns artigos científicos. Este volume é suficiente, principalmente se a grávida consumir sopa, fruta, e outros alimentos ricos em água!

Há que ter maior atenção durante o verão, ou se trabalhamos em locais com ar-condicionado, aí a ingesta de água deve ser aumentada, devido a uma maior desidratação.

Tem que ser sempre água?

Eu, normalmente defendo que em termos de alimentação quanto mais simples melhor! Assim, se for água em detrimento de sumos, refrigerantes, chás,… Melhor! Para além disso, tendo em conta que em Portugal, a maioria das localidades possuem a água canalizada própria para o consumo e ainda para mais é rica em floretos e cálcio, importante para o correcto desenvolvimento dos ossos do bebé e para a manutenção dos ossos e dentes da gestante, reforço ainda mais esta insistência.

Para além da água pura, e para quem beber água é um enorme sacrifício, outros líquidos poderão ser opções correctas e agradáveis.

Os sumos, o leite, as sopas, os chás e tisanas, os batidos, todos estes líquidos, representam uma enorme fonte de água que poderá fornecer à grávida algo mais para além de hidratação.

No entanto é importante ter atenção algumas questões:

Em primeiro lugar, a quantidade calórica que a grávida deve ingerir ao logo do seu dia, não nos esqueçamos, que apenas a água não contém calorias e que para uma grávida é mesmo  importante controlar o peso que ganha!

É necessário ter em atenção as bebidas muito ricas em açúcar, como refrigerantes, sumos, águas com sabores! Para além da em conta que em Portugal, a maioria das localidades possuem a água canalizada própria para o consumo e ainda para mais é rica em floretos e cálcio, importante para o correcto desenvolvimento dos ossos do bebé e para a manutenção dos ossos e dentes da gestante, reforço ainda mais esta insistência.

Para além da água pura, e para quem beber água é um enorme sacrifício, outros líquidos poderão ser opções correctas e agradáveis.

Os sumos, o leite, as sopas, os chás e tisanas, os batidos, todos estes líquidos, representam uma enorme fonte de água que poderá fornecer à grávida algo mais para além de hidratação.

 

No entanto é importante ter atenção algumas questões:

Em primeiro lugar, a quantidade calórica que a grávida deve ingerir ao logo do seu dia, não nos esqueçamos, que apenas a água não contém calorias e que para uma grávida é mesmo  importante controlar o peso que ganha!

É necessário ter em atenção as bebidas muito ricas em açúcar, como refrigerantes, sumos, águas com sabores! Para além da quantidade calórica presente, temos deverá ainda ter cuidado com o eventual desenvolvimento de diabetes gestacional!

Muito cuidado com os refrigerante! Para além da sua riqueza em açúcar, estão carregados de corantes!

E por último, atenção ao consumo exagerado de cafeína! É considerado pela “The Food Standards Agency” que o consumo de mais de 300mg de cafeína por dia representa uma associação plausível com nascimentos pré-termo  e aborto espontâneo, esta quantidade de cafeína é equivalente a 4 cafés ou 6 chávenas de chá, mas não nos esqueçamos de que muitos refrigerantes são também ricos nesta substância.

Para quem não gosta de beber água ou não tem esse hábito, comece por beber um copo de água a cada refeição, a acompanhar cada café, ao acordar e ao deitar. Assim verá que ser dar por isso consegue chegar lá!

 

 

Inês Gil Forte

http://www.momandme.pt/

 

 

1 Comment on A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA DURANTE A GRAVIDEZ !

  1. Nossa massa demais o artigo, recomendo muito.
    curti muito bem feito e facil de entender, valeu

Leave a comment

Your email address will not be published.


*